sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

ceregato | frenchconnection


Carregado de pedrarias, lá vai ele, mais uma vez de espinha erétil e cabeça erguida. Porque no mundo dá tudo errado, mas para os dotados de esportividade que se danem os planos... O melhor está em ti.

A intensidade nem sempre é dada para viver a mil, porque mil é um número muito grande, e qualquer coisa em grande quantidade perde seu valor; assim dá-se aos momentos de nossas vidas. O segredo está na raridade e peculiaridade desses em se mostrarem bacanas aos nossos olhos.

Venho, então, por meio desta, exprimir ao máximo esse momento de felicidade em tinta digital. Eu cheguei tão longe na batalha, e tão forte, que gosto de deliciar isso, mesmo que sozinho e incerto. Eu posso enxergar, mas não me dotaram de olhos especiais e mesmo que acreditasse nisso, qual seria a graça em desvendar, assim tão fácil, o que as pessoas têm de melhor?

Comecemos pela música, depois pelas letras, chegam os amores e as responsabilidades, valores e amor próprio, olhares, vontades, histórias, futuro, futuro, futuro que vira passado e eu querendo manter a jovialidade. Meu tempo passa tão rápido e monótono que eu me tornei um grande intensificador. E meu prazer maior está em ver suas músicas, seus amores, suas letras e histórias todos resguardados na parte mais simplória e complexa dos seres humanos. E é essa a parte que quero de ti.

Frenchconnection, ou um mesmo Ceregato de novas faces, de um amor extremo aos deliberadores de sonhos peculiarizados. O que mais sente, sem necessitar fundamentos para isso. O profundo de olhos ameaçados... Acredite no que pouco vê, confie, dá-lhe a alma... e sinta-se mais um francês em conexão.

5 comentários:

Alice Daniel disse...

"A intensidade nem sempre é dada para viver a mil, porque mil é um número muito grande, e qualquer coisa em grande quantidade perde seu valor; assim dá-se aos momentos de nossas vidas."

Haverá ainda uma infinidade de momentos a ser dissecada, partilhada ou apenas sentida.
Que bom que há tantos sentidos para viver e conviver.

Bala Salgada disse...

Gostei que fala sobre amor e valores próprios: como a vida muda quando aprendemos à te-los.

Primeira vez aqui, parabéns pelo blog!

douglasfert disse...

destaco deste seu pensamento a banalidade que as coisas alcançam com a repetição.

Certos momentos não podem ser reprisados ou reproduzidos.

------
http://proudbrasil.blogspot.com/
Ta rolando no meu Blog a SEMANA ESPECIAL Charles Darwin, em comemoração aos 200 anos do nascimento de um dos principais cientistas da história da Humanidade.
De 09 a 12 de fevereiro
TODO DIA tem um post novo sobre evolucionismo, ateísmo, darwinismo, sociedade e religião.
Acesse: http://proudbrasil.blogspot.com/
e CONFIRA!

Junior disse...

Primeira vez no blog e gostei dessa postagem, parabens ^^
http://istosimmsica.blogspot.com/

Agatha disse...

É importante variar e crescer como ser humano. Seu texto chama a atenção.